Conjunto Arquitetônico da Pampulha

O conjunto arquitetônico da Pampulha foi um projeto elaborado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, a convite do prefeito Juscelino Kubitschek que visava a modernização arquitetônica de Belo Horizonte. As principais atrações do conjunto são a Casa do Baile, edifício do antigo Cassino, Iate clube, a Igreja de São Francisco e o Museu de Arte Moderna.

A volta completa na lagoa da Pampulha tem 18 km de extensão. Uma linha de ônibus circular percorre os principais pontos de interesse. A linha 512 – Circular Lagoa da Pampulha funciona de terça a domingo e também nos feriados. O custo de cada viagem é R$ 2,65. 

Igreja São Francisco de Assis na Lagoa da Pampulha

Mercado Central

O Mercado Central conhecido pelas atrações gastronômicas da típica comida de boteco como o fígado com jiló e da comida mineira como o feijão tropeiro, também conta com mais de 400 lojas, organizadas em corredores temáticos como dos queijos, doces, artesanatos, ervas, raízes e artigos religiosos. O local conta com estacionamento pago.

O Mercado Central está localizado na Avenida Augusto de Lima nº 744 no Centro, próximo ao Minascentro. O horário de funcionamento de 2ª a sábado é das 7h às 18h, já aos domingos e feriados é das 7h às 13h.

Corredor do Mercado Central

Feira Hippie

A Feira de Artes, Artesanato e Produtores de Variedades de Belo Horizonte ou simplesmente Feira Hippie, como é mais conhecida, é uma das atrações belorizontinas mais populares e acontece todos os domingos, das 07 às 14 horas, na Avenida Afonso Pena, na região mais central de Belo Horizonte.

A feira conta com centenas de expositores, entre artistas, artesãos e pequenas manufaturas. É a maior feira de artesanato ao ar livre da América Latina.

Vista aérea da Feira Hippie de Belo Horizonte na av. Afonso Pena

Circuito Cultural da Praça da Liberdade

O Circuito Cultural da Praça da Liberdade é uma das atrações culturais mais relevantes de Minas Gerais, com uma série de espaços culturais ao redor, como museus, cinema, Biblioteca Pública, Espaço do Conhecimento, além do Palácio da Liberdade,

Em uma região próxima ao centro da cidade e da Savassi, que por sua vez também é um ponto bastante visitado em Belo Horizonte, por conta de seus inúmeros bares com estilos para todos os gostos.

A programação e o horário de funcionamento do Circuito Cultural da Praça da Liberdade são específicos de cada espaço e por isso vale a pena procurar por mais informações:

http://www.circuitoliberdade.mg.gov.br/pt-br/

Prédios que compõem o conjunto cultural da Praça da Liberdade

Cidades Históricas próximas à Belo Horizonte

Em Minas Gerais existem cidades famosas por seu estilo colonial que resiste com o passar dos anos, em muitos casos por terem sido tombadas como patrimônio histórico e cultural. Na região próxima a Belo Horizonte existem bons exemplos de cidades que preservam patrimônio histórico. É o caso de cidades como Santa Luzia, Sabará e um pouco mais distante, Ouro Preto e Mariana.

Rua Direita de Santa Luzia (Centro Histórico)

Pela proximidade, Sabará e Santa Luzia podem ser visitadas por meio de ônibus intermunicipais saindo do centro de Belo Horizonte, além é claro da própria rodoviária, com passagens em torno de R$ 12.

Ouro Preto e Mariana são cidades mais conhecidas e com centros históricos mais extensos. Essas cidades possuem inúmeras igrejas que preservam um valioso patrimônio histórico cultural. Essas cidades estão a pouco mais de 100 km de Belo Horizonte e possuem muitas opções de hospedagem, com preços variados. Para quem vai de ônibus a rodoviária de Belo Horizonte oferece várias saídas ao longo de todo o dia.

Praça Tiradentes em Ouro Preto

Inhotim 

O Instituto Inhotim é a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil e considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina. O museu está localizado em Brumadinho, a cerca de 60 quilômetros de Belo Horizonte. O tempo médio da viagem, de carro é de 1 hora e 30 minutos, e o parque oferece estacionamento gratuito.

Jardins do Instituto Inhotim

Para visitar o local você também pode ir de ônibus, em linha que sai da rodoviária de BH. O transporte está disponível de terça a domingo e a passagem a partir da capital tem o valor de R$ 38,70 e a volta  R$ 35,00. De terça a sexta, os ônibus saem às 8h15 com retorno às 16h30. Já aos sábados, domingos e feriados saem 8h15 com retorno às 17h30.

O Inhotim oferece um mapa interativo para auxiliar a escolha de rotas, conhecer as galerias e até se aprofundar nas obras de arte.

http://www.inhotim.org.br/visite/mapa-do-parque/ 

Valores dos ingressos:

Terça, quinta, sexta, sábado, domingo e feriado: R$ 44,00 (inteira)
Quarta-feira (exceto feriado): entrada gratuita*
Fechado às segundas-feiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *